19 de outubro de 2011

Nove em cada dez partos feitos por planos de saúde são cesáreas

fonte: Jornal Gazeta do Povo

Brasil ainda não sabe como reduzir o número de cesáreas. Tentativas feitas até agora foram em vão. Número de partos feitos desse modo só cresce no país


Nota da PP: não é culpa só dos médicos, nem só do sistema (público e complementar) de saúde, nem das mulheres. Sabemos que existe uma cultura que promove a cesária. Porque é "mais fácil", "mais rápido", "mais prático". Além disso, muitas mulheres têm medo de passar por um parto (a)normal no sistema público e por isso procuram uma cirurgia cesariana no atendimento particular. Mas qualquer ser humano que refletir sobre o tema, a partir da sua sensibilidade e das evidências médicas, vai concluir que o aumento da taxa de cirurgias cesarianas não é a solução. Cirurgia é importante para SALVAR VIDAS. Cirurgia por conveniência é um desrespeito ao corpo das mulheres e à vida das crianças. Parto normal respeitoso, essa deve ser a meta para o atendimento obstétrico no Brasil.

0 comentários: