17 de agosto de 2011

Evento divulga maternidade consciente em Florianópolis


Sabemos que as mulheres que compõem a rede Parto do Princípio são de iniciativa. E queremos dar mais visibilidade a essas ações locais em prol da maternidade e paternidade ativa.
Um exemplo legal é o da Ligia Moreiras Sena, ppzete de Florianópolis. Ela é responsável pelo Bazar Coisas de Mãe, em parceria com Sheila Martins Medeiros (que ainda não faz parte da Parto do Princípio, por que, hein, dona Sheila?).
As duas são biólogas que se tornaram mães, e, inspiradas em uma lista de discussão sobre parto domiciliar, resolveram fundar um espaço onde mulheres que se tornaram mães empreendedoras podem expor seus trabalhos, produtos e serviços na companhia de seus filhos.
No último dia 13 de agosto, véspera de Dia dos Pais, teve bazar, no SESC Cacupé, em Florianópolis/SC. Nesse dia, aproximadamente 400 pessoas passaram pelo local não só para fazer compras, mas para participar de palestras, rodas de debate e atividades culturais com o tema da maternidade e paternidade conscientes.
"Esse é um evento organizado e composto por pessoas que acreditam na importância e defendem o respeito ao parto e ao nascimento, a amamentação exclusiva até os 6 meses e prolongada até 2 anos ou mais, como preconiza a Organização Mundial de Saúde, e a criação de filhos baseada em valores humanos, éticos e ecológicos", conta Lígia.
Na próxima edição, estaremos com camisetas e panfletos da Parto do Princípio, marcando espaço no evento!

Além da compra e venda de produtos, o bazar é um espaço de atrações culturais, debates e palestras sobre maternidade e paternidade conscientes, divulgando os benefícios do parto natural.


Como funciona
O bazar se iniciou em outubro de 2010 e já caminha para sua oitava edição. Começou como um evento bimestral e se tornou mensal.
Conta com o apoio tanto do SESC Cacupé quanto da Brinquedoteca BrinQtal, locais onde são feitos os bazares. Atualmente, em um dia de bazar circulam por lá entre 300 e 400 pessoas.
O Bazar Coisas de Mãe valoriza as mulheres que redirecionaram, de alguma forma, suas carreiras após a experiência de maternidade para evitar a separação dos filhos em idade precoce e, assim, podem trabalhar na companhia das crianças, criando produtos lindos e originais ou oferecendo serviços criativos e úteis. Algumas delas já faziam isso antes de se tornarem mães, mas outras direcionaram sua vida profissional em função da maternidade.
As mães que fazem parte do Bazar Coisas de Mãe estão conectadas pelos mesmos ideais e princípios: o da maternidade consciente.
São mães que estão conectadas com seus filhos de maneira ativa e intuitiva, rejeitando padrões pré-estabelecidos e práticas que são feitas de maneira mais autônoma que frutos de uma reflexão profunda sobre o tema. São mulheres que produzem seus artigos em casa na companhia dos filhos e que se reunem mensalmente para um evento que une trabalho e lazer.
"Atualmente, realizamos o Bazar Coisas de Mãe em Florianópolis. Mas muitas mulheres estão querendo levar a ideia para outras cidades. Estamos aberta à possibilidade de levarmos a mesma iniciativa a outros municípios. Por isso, se você se identificar com essa proposta, é só entrar em contato com a gente que termos grande alegria em discutir a ideia", propagandeia Ligia.

1 comentários:

Ligia Moreiras Sena disse...

Amigas, dia 10 será o próximo Bazar Coisas de Mãe. Será que ainda dá tempo de vcs enviarem algumas camisetas e panfletos pra divulgar a PP aqui?
Qualquer coisa, me escrevam!

Abraços!

Ligia