23 de novembro de 2010

Entenda por que a libido pode diminuir após o parto.

A queixa é comum entre as mães de recém-nascidos: a criança nasceu e a libido sumiu. O que acontece é que a prolactina, hormônio responsável pela produção do leite e que, em última instância, interrompe a menstruação durante a amamentação, diminui a lubrificação vaginal. Junte a isso aquele bebê lindo do quarto ao lado que não para de chorar e já viu. O fator psicológico pesa - e muito. Agora o seio não é só para o sexo, é para a alimentação do bebê, então fica a dúvida entre o caráter erótico e provedor do seio. “A amamentação proporciona para muitas mães a sensação de plenitude. Em alguns casos, é como se essa relação simbiótica suprisse a vida sexual”, explica a psicóloga Patricia Turri Figueiredo, filha de Lucilia e Antonio. Para os efeitos colaterais fisiológicos, é só investir nos lubrificantes à base d’água, que vão deixar a relação sexual mais “confortável”. Quanto à cabeça, a mãe tem de se acostumar com a nova função sem se esquecer de que ainda é mulher. Pode demorar 3, 5, 6 meses... Enfim, paciência! E paciência para o parceiro também, que tem de entender e apoiar, sem deixar de seduzir sua mulher, agora também mãe. Com o tempo, a vida sexual entra nos eixos.




FONTE: REVISTA PAIS & FILHOS

0 comentários: