1 de setembro de 2010

Lei obriga uso de Pulseiras Eletrônicas em Recém-Nascidos.

De acordo com o projeto, de autoria do vereador Carlos Apolinário, as pulseiras devem ser implementadas juntamente com sensores e alarmes eletrônicos, que estarão instalados nas entradas e saídas de hospitais e maternidades públicas e privadas, que avisariam caso a pulseira do bebê não fosse compatível à pulseira utilizada também pela mãe, para identificar seu filho, na saída do hospital.
Se aprovada, a proposta vira lei e oferecerá maior segurança aos bebês e mães em relação a furtos ou sequestros de crianças dos hospitais da capital paulista. O projeto foi encaminhado ao prefeito Gilberto Kassab e aguarda para ser sancionada.

Por Luana Neves

Nota da PP: Sabe um jeito bom de resolver esse problema de bebês trocados ou sequestrados? Parto ativo, bebê no colo da mãe assim que nascer, procedimentos pediátricos realizados com o bebê no colo da mãe, mamada na primeira hora, alojamento conjunto...

0 comentários: