12 de setembro de 2010

Grávidas e familiares visitam dependências da maternidade.

Como parte do projeto “Enquanto o Bebe não chega”, o Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth (HMINSN) recebeu nesta quarta-feira, 25, mais um grupo de grávidas e familiares para a visita antecipa às dependências da unidade. Orientações e dicas de como ajudar na hora do parto também foram repassadas por profissionais.
A intenção é diminuir a ansiedade e aproximar a unidade das usuárias do Sistema Único de Saúde. As visitas acontecem todas às quartas-feiras, de 10h30 ao meio dia. Para participar, as interessadas devem agendar junto ao Departamento de Ensino Pesquisa e Extensão (Depe), em horário comercial. Informações são repassadas pelo telefone 4009-4916.
Na visita três grávidas e dois casais conheceram setores da maternidade, como direção geral, Ouvidoria, Recepção, Ala das Orquídeas (onde acontece o parto normal), Centro Cirúrgico, Ala das Rosas (pós-parto) e Banco de Leite. Durante a explicação do funcionamento dos setores, as dúvidas já eram sanadas.
O casal Samuel Ferreira Cunha, 30, e Carla Caroline Rodrigues, 18, está ansioso para a chegada do primeiro filho. Samuel classificou como importante a visita antecipada. “A gente tinha curiosidade em conhecer a maternidade, pois quando não se tem muita informação, fica difícil até saber onde procurar ajuda. Sabendo onde fica cada setor, vai ficar mais fácil”, disse.
Como a maioria das mulheres grávidas, a dona de casa Saira Lourenço Carvalho, 19, está nervosa com a aproximação do parto, mas acredita que conhecendo como funciona a estrutura da maternidade, ela poderá se acalmar. “Tem muita gente que fala coisas ruins daqui, e a gente conhecendo, fica mais segura”, comenta.
Ainda conforme Saira, a sua principal preocupação é com o tipo de parto que poderá ter. “Quero que seja normal, porque embora as pessoas digam que dói mais, no outro dia a pessoa já pode andar, e já no cesáreo (parto), a recuperação é mais demorada, tem mais riscos, fora a anestesia”, disse.
O secretário estadual de Saúde, Rodolfo Pereira, que acompanhou os visitantes hoje, disse que a visita antecipada é um dos projetos mais importantes desenvolvidos pela maternidade, já que oportuniza conhecer o ambiente hospitalar.
Outra vantagem citada pelo secretário em conhecer a unidade antes do parto é desmistificar o medo de hospital. “Todos nós somos criados com medo de hospital. Isso é cultural. Mas aqui temos acompanhamento multiprofissional, temos os menores índices de infecção hospitalar da região Norte, crianças que nascem prematuras e se recuperam. Então dar conhecimento a vocês sobre como funciona a maternidade, vai dar mais segurança, até na hora vocês falarem com seus familiares”, declarou.

Fonte: http://www.bvnews.com.br/cotidiano6850.html

0 comentários: