4 de agosto de 2010

Parto em casa é melhor para a mãe e pior para o bebê.

Decidi postar esta matéria para que possamos pensar sobre o assunto. Mais sobre do que são capazes os "pesquisadores" do que sobre os perigos do PD em si.

As mulheres que deram à luz em casa recuperam mais rápido dos partos, mas a mortalidade dos recém-nascidos é maior nestes casos do que quando os partos são realizados em estabelecimentos hospitalares. O estudo foi publicado no Jornal Americano de Obstetrícia e Ginecologia, realizado pelo Centro Médico do Maine, nos EUA. Os problemas respiratórios são a causa mais frequente de morte, revela a investigação, que detectou também deficiências nas tentativas de reanimação.

Os investigadores partiram de dados recolhidos nos Estados Unidos e na Europa, relativos a um total de 350 mil partos de baixo risco planeados para ocorrerem em casa e mais de 200 mil nascimentos em hospitais.
Concluíram que, apesar de haver menos cesarianas e episotomias e de o momento ser percepcionado de uma forma mais satisfatória, os partos domésticos têm “o dobro da mortalidade neo-natal e o triplo quando se exclui os bebés que nascem com defeitos congénitos”.

Fonte: http://jn.sapo.pt/blogs/emletramiuda/archive/2010/07/07/parto-em-casa-233-melhor-para-a-m-227-e-e-pior-para-o-beb-233.aspx

Existem estudos que comprovam a segurança do parto domiciliar. E eu encontrei o comentário de uma enfermeira especialista sobre este estudo, que reflete muito bem sobre o que queremos alertar. Quando se publica um estudo na intenção de favorecer esta ou aquela escolha (no caso parto hospitalar ou domiciliar) é preciso conhecer quem realizou a pesquisa, pra saber se teriam interesse "pessoal" em qualquer que fosse o resultado.
Ela diz: "O artigo a que alude este post foi da autoria de um grupo de profissionais investigadores que obviamente tem um conceito negativo do parto no domicilio pelo que andaram à procura daquilo que consubstanciasse sua crença "que o parto no domicilio é perigoso" e que "o parto hospitalar deve ser a norma para toda a grávida".


Em breve um post sobre a opinião de Gos brasileiros favoráveis ao PD.

0 comentários: