27 de janeiro de 2010

Direito ao Acompanhante.




Apesar de a Lei nº 11.108, do parto humanizado, existir desde 2005, em Rondonópolis não está sendo cumprida na Santa Casa de Misericórdia, onde há a maternidade com atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS).
Dentro de quatro meses, no entanto, o parto humanizado, que prevê acompanhamento de uma pessoa para a gestante antes, durante e após o parto, passará a existir no município, conforme o Termo de Ajuste de Conduta (TAC) assinado na última terça-feira (15) entre o promotor de Justiça da Defesa e Cidadania, Ari Madeira, e a direção da Santa Casa. A unidade deverá fazer adequações na maternidade para atender à legislação.



1 comentários:

Paula ZZT disse...

u-hu. Devagar e sempre. Temos que comer pelas beiradas. Mas cada vitória deve ser comemorada.
Bjoks
Paula