1 de janeiro de 2009

Quem somos nós.

A Parto do Princípio é uma rede formada essencialmente por mulheres. Mulheres que gestam, mulheres que parem, mulheres que pensam. Mulheres que crêem em seu direito e, acima de tudo, em sua capacidade de tomar para si as decisões a respeito de seus corpos, de sua saúde, de suas vivências.

Temos como objetivo principal a retomada, pela mulher, do protagonismo de seus processos de gestação, parto e pós-parto. Somos, a priori, uma rede que busca resgatar o direito de cada mulher ao que chamamos ‘escolha informada’: obter informações, tomar decisões conscientes com base nas informações obtidas e, finalmente, assumir responsabilidade sobre as decisões tomadas. Encaramos a gestação, o parto e a amamentação como processos naturais, fisiológicos, instintivos, carregados de significado e beleza, e nos quais a mulher pode – e deve – assumir seu papel de protagonista. Assim sendo, valorizamos infinitamente o direito de cada mulher a vivenciá-los de forma inteira, consciente, empoderada, e nossa luta é para que toda mulher que assim o deseje tenha essa oportunidade.

Move-nos, portanto, o intuito de formar uma rede de apoio e solidariedade onde encontre suporte cada mulher que alimente o desejo de retomar para si o protagonismo de sua gravidez, das decisões sobre seu corpo, de sua vida. Nossa proposta é oferecer apoio – não apenas emocional, mas também prático – para que obtenham sucesso em sua busca e descubram o infinito de possibilidades que oferece a maternidade ativa e consciente à mulher que se dispõe a tomar em suas mãos as rédeas de sua vida.

Distinguimo-nos de outras entidades atuantes na área por configurarmo-nos como um grupo formado essencialmente por usuárias, mulheres, mães. Acreditamos que o primeiro passo no processo de retomada do protagonismo deve dar-se no âmbito do indivíduo. É preciso, antes de tudo, que cada mulher encontre dentro de si a força e a possibilidade da mudança. E é esse que pensamos ser nosso papel: estender a mão a cada mulher que deseje vivenciar sua gravidez ativa e conscientemente e parir de forma natural e transformadora.

Para auxiliar-nos na busca de informações embasadas e suporte teórico, que acreditamos ser também etapa fundamental do processo, contamos com a parceria de diversos profissionais afinados com a proposta da retomada do protagonismo pela mulher. Profissionais humanos, conscientes, informados. Muitas de nós, inclusive, atuam profissionalmente na área.

É importante ressaltar que nossos ideais e valores não se baseiam apenas em verdades ou crenças pessoais, mas em evidências científicas, parâmetros médicos e diretrizes determinadas por organizações de credibilidade mundial como a OMS (Organização Mundial de Saúde).

Entretanto, não é essa a essência de nosso estilo de atuação. Deixamos que falem mais alto nossos corações de mulher, de gestante, de mãe. Acreditamos, acima de tudo, em sua sabedoria e em sua capacidade de, melhor do que ninguém, dizer o que deve ser dito.

Cremos ser isso o que de mais valioso temos a oferecer. Nossas essências, nossas verdades. Nossas experiências, das quais esperamos que as mulheres que chegam até nós se utilizem, começando através delas a tecer a fina teia de seu próprio empoderamento.

Nossa rede é formada não por teorias, mas por pessoas. Gente de carne e osso. Mulheres que vivenciaram em suas próprias caminhadas e processos de aprendizado muitas das dificuldades e obstáculos que esperamos ajudar outras a superar.

Partimos do princípio de que uma nova forma de gestar, parir e maternar é possível. Partimos do princípio de que toda mulher pode e tem em si a força para fazer sua revolução particular.

Parto do princípio. Por uma nova forma de nascer. Por uma nova maternidade.

Por uma nova forma de gestar, parir e viver.



Renata Penna

Mãe das Gêmeas Ana Luz e Estrela (parto normal hospitalar), tradutora e redatora

2 comentários:

Anônimo disse...

Boa Noite.
Preciso de informações quanto a casas de parto em Porto Alegre. Uma amiga grávida se mudou pra lá.
Podem me ajudar?

carla@cegonhasling.com.br

Caroline (caroline.senra@gmail.com) disse...

Boa tarde,

Gostaria de saber onde posso localizar casas de parto em porto alegre.