16 de novembro de 2009

Parto Normal está no meu plano.


Preocupada com os altos índices de parto cesáreo na saúde suplementar, a ANS lança campanha em favor do parto normal e pela redução das cesarianas desnecessárias intitulada: "Parto normal está no meu plano".

O primeiro passo foi incentivar o envio, pelas operadoras, de uma carta elaborada pela ANS, às mulheres titulares de planos médico-hospitalares com cobertura obstétrica. O objetivo é informá-las sobre os benefícios do parto normal e os riscos das cesarianas sem indicação precisa.

As mulheres de 15 a 49 anos beneficiárias de planos como cobertura obstétrica são o público-alvo dessa campanha.

Outra medida de destaque foi a inclusão, na nova versão do Rol de Procedimentos, da cobertura dos partos feitos por enfermeira obstétrica e da presença de um acompanhante durante toda a estada da mulher no hospital, desde o momento do parto até a sua alta. A literatura médica e recentes pesquisas associam a participação da enfermeira obstétrica e a presença do acompanhante à redução do número de cesarianas.

O setor de planos de saúde do Brasil é considerado o campeão mundial de cesarianas.

A proporção de partos cesáreos na saúde suplementar brasileira chega a 80,72%, percentual totalmente discrepante em relação aos 15% recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Nenhum outro país tem índices tão elevados quanto os planos de saúde brasileiros. A Holanda apresenta 14%, os EUA, 26%, e na América Latina, México e Chile têm, respectivamente, 34% e 40%.

As beneficiárias que tiverem dúvidas, sugestões e comentários ou quiserem mais informações podem ligar para o

Disque ANS 0800 701 9656 ou fazer contato através do endereço eletrônico ggtap.dipro@ans.gov.br

Fonte: ANS

0 comentários: